Aspectos Demográficos

Conforme demonstram os dados demográficos presentes na Tabela 1, o Município de Senador Canedo convive com um significativo crescimento populacional. Entre 1991 e 2010, houve um crescimento de 253,24%. Destaca-se que entre 2000 e 2010 houve uma grande diminuição da população rural, visto que, em 1991, eram a maioria, o que evidencia a consolidação do município como essencialmente urbano. De acordo com a Segplan/IMB, a densidade demográfica também apresentou elevação, passando de 97,67 hab/km2, em 1991, para 216,88 hab/km2, em 2000, e para 344,27 hab/km2, em 2010.

Tabela 1: Evolução do Número de Habitantes. Senador Canedo – 1991, 2000, 2010.

 

População Censitária
1991 2000 2010
Urbana 8.753 50.442 84.111
Rural 15.152 2.663 332
Total 23.905 53.105 84.443

 

Fonte: Elaborado pelo Observatório a partir dos dados da Segplan/Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB) (2012).

No que tange à distribuição da população por faixa etária, percebe-se que em todos os anos predominam pessoas de 20 a 29 anos, representando 19,96% (1991), 19,49% (2000) e 20,28% (2010). Nos anos de 2000 e 2010, as pessoas com 30 a 39 anos, e em certa medida, as pessoas com 40 a 49 anos, superam o total de pessoas com 0 a 9 anos, o que não ocorria em 1991.

Estudos conduzidos pelo Observatório do Mundo do Trabalho do IFG, e os dados da Tabela 1 também confirmam, que o deslocamento de populações para o Município de Senador Canedo está fortemente marcado pela presença de jovens. São populações oriundas do Estado de Goiás e de outros Estados, que se deslocam à procura de empregos e oportunidades no próprio município, ou de moradia mais acessível com a perspectiva de obtenção de empregos e oportunidades nos Municípios de Aparecida de Goiânia e de Goiânia.

Tabela 2: Evolução do Número de Habitantes por Faixa Etária. Senador Canedo – 1991, 2000, 2010.

 

População Censitária por Faixa Etária
1991 2000 2010
De 0 a 4 anos 3.438 6.177 7.284
De 5 a 9 anos 3.248 5.975 7.644
De 10 a 14 anos 2.953 5.888 8.451
De 15 a 19 anos 2.443 5.637 8.263
De 20 a 29 anos 4.773 10.352 17.130
De 30 a 39 anos 3.226 8.850 14.300
De 40 a 49 anos 1.795 5.138 10.506
De 50 a 59 anos 1.089 2.668 5.958
De 60 a 69 anos 601 1.555 2.928
De 70 a 79 anos 272 657 1.468
80 anos ou mais 67 208 511

 

Fonte: Elaborado pelo Observatório a partir dos dados da Segplan/Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB) (2012).

O Gráfico 1 apresenta a sobreposição das pirâmides etárias de 2000 e de 2010 do município, facilitando a comparação. A pirâmide transparente refere-se ao ano 2000, enquanto a pirâmide sombreada refere-se ao ano de 2010. Observa-se que a taxa de natalidade apresentou crescimento moderado, visto que em 2010 a base da pirâmide continua larga. Quanto à mortalidade, pode-se identificar que sofreu diminuição. Assim, o topo da pirâmide ficou ligeiramente mais largo em relação à pirâmide etária referente ao ano 2000. Quanto ao meio da pirâmide, verifica-se que ocorreu uma elevação no quantitativo de jovens em 2010, principalmente do sexo masculino, o que coaduna com população jovem masculina que se desloca regionalmente à procura de empregos e oportunidades.

A literatura voltada para os estudos de populações e as experiências sociais, confirmam que a ausência de perspectivas, sobretudo de emprego e de educação por parte das populações nativas e imigrantes, se constitui em realidade determinante de processos como violência social, tráfico de drogas, dependência química, e assim por diante. A presença de instituições que se voltam para a escolarização e a formação técnica e profissional, a exemplo do IFG, em especial nos contextos marcados por crescimento super acelerado de populações como o do município de Senador Canedo e região limítrofe, ocupa importância estratégica tendo em vista mitigar e/ou superar tais processos, bem como assegurar um desenvolvimento social e econômico inclusivo.